Projeto de Mobiliário para Famílias das Classes Econômicas C e D, com abordagem do Design Sustentável.

Luiza Boaventura Mendonça, Roni da Silveira, Jonas Sidney do Nascimento, Eliane Terezinha Schmitz Mafra, Marcia Adriana Tomaz Duarte

Resumo


Os móveis destinados a famílias das classes sociais C e D, são chamados de populares, onde atualmente muito destes produtos não contemplam as necessidades da nova realidade das residências e condições de moradia destas pessoas. Neste intuito este artigo visa introduzira inserção de aspectos do design social e sustentável no processo de desenvolvimento de produtos pela proposta conceitual de um móvel destinado as famílias destas classes que residem em espaços reduzidos, que seja de fácil montagem e desmontagem, de longa vida útil e com uso reduzido de recursos em sua produção. Nesse sentido, foi aplicado o modelo de referência do processo de desenvolvimento de produtos proposto por Rozenfeld com a utilização de ferramentas apresentadas por Baxter. Os resultados apresentados comprovam que a utilização de tais métodos possibilitou a criação de um conceito de produto que pretende contribuir para uma melhor qualidade de vida dessas pessoas, sendo economicamente viável pelas características de multifuncionalidade e flexibilidade, ao uso em ambientes diversos como por exemplo: rack, mesa de centro, mesa lateral, mesa de apoio e estante com características de mobilidade. O produto proposto privilegia o uso racional de recursos, atendendo as características de sustentabilidade econômica e ambiental adequado as necessidades de pessoas das classes C e D. Para este produto foi confeccionado um mockup que tem sido testado pela equipe cujos resultados obtidos tem sido satisfatórios.

Palavras-chave


Mobiliário; Classe econômica C e D

Texto completo: PDF